VENCENDO GIGANTES...



2 Samuel 21
14 Enterraram os ossos de Saul e de Jônatas seu filho, na terra de Benjamim, em Zela, na sepultura de Quis, seu pai; e fizeram tudo o que o rei ordenara. Depois disto Deus se aplacou para com a terra.
15 De novo tiveram os filisteus uma guerra contra Israel. E desceu Davi, e com ele os seus servos; e tanto pelejara contra os filisteus, que Davi se cansou.
16 E Isbi-Benobe, que era dos filhos dos gigantes, cuja lança tinha o peso de trezentos, siclos de bronze, e que cingia uma espada nova, intentou matar Davi.
17 Porém, Abisai, filho de Zeruia, o socorreu; e, ferindo ao filisteu, o matou. Então os homens de Davi lhe juraram, dizendo: Nunca mais sairás conosco à batalha, para que não apagues a lâmpada de Israel.
18 Aconteceu depois disto que houve em Gobe ainda outra peleja contra os filisteus; então Sibecai, o husatita, matou Safe, que era dos filhos do gigante.
19 Houve mais outra peleja contra os filisteus em Gobe; e El-Hanã, filho de Jaaré-Oregim, o belemita, matou Golias, o giteu, de cuja lança a haste era como órgão de tecelão.
20 Houve ainda também outra peleja em Gate, onde estava um homem de alta estatura, que tinha seis dedos em cada mão, e seis em cada pé, vinte e quatro por todos; também este era descendente do gigante.
21 Tendo ele desafiado a Israel, Jônatas, filho de Simei, irmão de Davi, o matou.
22 Estes quatro nasceram ao gigante em Gate; e caíram pela mão de Davi e pela mão de seus servos.



INTRODUÇÃO
            Os nomes são importantes na Bíblia, porque eles carregam consigo um significado histórico. Os que temos, fazem parte de tipologias e analogias, tratadas pelos escribas judeus, com um propósito de ensinar o povo de Israel a obedecer os propósitos divinos. Cada nome israelita carrega em si uma história, um plano divino a uma família e um ensinamento a posteridade.


I- ...QUE DETÉM NOSSA CURA
=> A palavra gigantes não aparece no VT, porém o plural, gigantes, aparece apenas 10 vezes no VT. Não é usada no NT.

=> Nos livros de Moisés (Gênesis a Deuteronômio) os gigantes são chamados de nephilins, filhos de Anaque. Receberam este nome porque, embora grandes, representam um povo totalmente caído diante de Deus. Moisés, profeticamente, os chamava gigantes caídos.
De Josué em diante, os gigantes são os “Rephaim’s” – A palavra “rephaim” vem de um plural da palavra cura – rapha. Quando o povo de Israel chegou a terra prometida, os temores que tinham dos gigantes, os fez designarem tais gigantes de “sarados”, “curados”, reconhecendo, indevidamente, que eles tinham uma grande saúde, por causa do seu tamanho, força e físico avantajado. Designa por analogia, que estes indivíduos são os que detêm a cura, isto é, impedem a nossa cura, porque eles a detêm. Este primeiro gigante é alguém mais que quer impedir nossa cura. Há uma estratégia para tal libertação. As analogias deste texto nos ensinam esta verdade.

=> Em todos os casos, os gigantes, ou homens de grande estatura, tal como Golias, que foi derrotado pelo rei David, representam, por analogia, todo mal que se levanta contra o povo de Deus. É uma tipologia de demônios, que por serem grandes, causam medo a maioria das pessoas. Os gigantes fazem parte da história antiga da Bíblia, mas também faz parte da história de muita gente que se mantêm presa a marcas de sofrimento do passado. O gigantes podem ser:
1º) Algo que eu ou você vencemos no passado e que marcou uma virada em nossa vida pra sempre, causando em nós um impacto de vitória e que nos tornou ousados como somos hoje;
2º) Algo que marca nosso passado de derrota. Um trauma não curado, um sofrimento não resolvido, um gigante que se levanta em nosso passado para nos lembrar uma dor que nunca foi curada.


II- ...PARA TOMAR O SEU LUGAR DE HONRA
1º Gigante vencido – os significados
=> bnb wbsyYshbiw-Bennobe – ou Isbi-Benobe = Assentado em lugares altos
Vem de expressões tais como - "Yshbi" - assentado; "benobe"- em+Nobe.
Nobe também é uma palavra comum que quer dizer "lugares altos".
Um gigante se chamava "aquele que está assentado em lugares altos". Era também filho de gigantes, portanto tinha uma linhagem deste tipo. Era alguém que impedia a saúde das pessoas. Por figura, é um demônio, um espírito imundo.
Essa é uma idéia de como um espírito imundo, que faz parte de uma rede demoníaca, enviada da parte do inferno, pode começar a travar nossas orações, pois quer se colocar acima de nós, em lugares altos. Este demônio impede nossa saúde mental, física e financeira, porque toma o lugar onde deveríamos estar. Ele faz guerra contra David, uma figura de Cristo, e seus homens, uma figura dos “filhos do Reino”. Este demônio é aquele que não permite o progresso de uma pessoa ou de uma região. Sempre que uma pessoa está progredindo e está chegando a um patamar elevado, esse demônio derruba tudo e o indivíduo, derrotado, tem de recomeçar. É um tipo de demônio cortador, que visa limitar o progresso de uma pessoa e o mantém num estado sempre inferior.



Foi derrotado por
=> ysyba’Abyshay – ou Abisai = “Meu pai (ou avô) é Jessé” ou “Meu avô é um presente”
Ele era filho de  hywru – Tserwya – Zeruia, irmã do rei David. Zeruia quer dizer “bálsamo”.
O que derrota um demônio que está em lugar alto impedindo o nosso progresso, é um filho, neto de um presente, cuja mãe é um bálsamo.
Abisai é figura daqueles que entendem que não são merecedores, mas reconhecem a graça de Deus e seu favor. São pessoas que acreditam no milagre, a partir da misericórdia e amor de Deus. São pessoas que receberam unção para tal. O profeta nos ensina em Isaías 10:27 “que é a unção que quebra o jugo”. Esta unção é o óleo fresco do Espírito Santo. Somente as pessoas quem têm o “bálsamo” podem vencer este gigante.
O bálsamo era um remédio para cura de feridas. Abisai tinha um avô que era um presente e uma mãe que era um bálsamo. Isto nos indica pessoas curadas de alma, curadas em sua história, curadas em sua lembranças, porque seu pai, seu avô é um presente.
Pessoas que deixam as más lembranças, histórias de sofrimento do passado travarem suas vidas nunca poderão vencer um demônio que detêm o privilégio da cura.

Para vencer gigantes que impedem que cresçamos na vida e cheguemos a lugares altos, precisamos de pessoas que olham pra sua história e não culpem a Deus, seu Pai, por suas lutas e sofrimentos, mas que compreenda que sua história é um presente de Deus, resultado de ter encontrado cura no “balsamo” chamado Jesus e seu Espírito Santo. Quando compreendemos o valor de nossa história e agradecemos a Deus por ela, reconhecendo o cuidado de Deus até aqui, recebemos um bálsamo em nossa vida, que nos cura e nos habilita a vencer gigantes que impedem nosso crescimento e amadurecimento. Você chegará a lugares altos, porque os filhos de David, o vencedores, destronarão aqueles que nos impedem de chegar aos lugares altos. Você é um Abisai?


III- ...QUE PROMOVEM A DISCÓRDIA, COM UM ATITUDE DE COMUNHÃO
2º Gigante Vencido
a) Local da segunda luta é significativo: Gobe – Significa “cisterna”, e que serve aos lavradores. Gobe é um lugar de provisão de água, meios para que alguém possa trabalhar a terra ou alimentar seus animais.

b) O gigante é PoSaph – Safe = “alto, que pára nos umbrais”. Significa um grande impedimento parado à porta da casa.
Safe é a figura de um espírito que se coloca a porta da nossa casa e impede que as bênçãos entrem em nosso lar e a desgraça saia. Muitas vezes, nosso lar é atacado por confusão familiar e muitos não conseguem ver bênçãos entrando em sua família.

c) Quem derrota Safe é ykboSibbekhay – Sibecai = “tecelão”, aquele que entrelaça. Ele é de um lugar Husa, que quer dizer apressado... Ele é de um lugar onde as pessoas são conhecidas como “apressadas”, porém com uma idéia de pressa motivadora.

            Quando as coisas são “travadas” dentro da casa da gente, porque parece que alguém parou à porta da nossa casa e impede o fluir de Deus em sua família, os problemas familiares parecem que nunca vão embora, algo precisa ser feito rápido. Aproximar pessoas, atrair relacionamentos e promover restauração entre pessoas costura a união familiar. Você precisa ser uma pessoa que construa relacionamentos que restaure relacionamentos. Há muitas pessoas que estão atraindo problemas familiares porque estão promovendo a briga entre amigos e irmãos. São pessoas que Paulo chama de “emuladoras”, isto é, que separa, divide pessoas amigas.
            As pessoas que atraem a benção de Deus para sua casa são aquelas que sempre estão afastadas de confusão entre pessoas, e estão sempre entre aquelas que promovem a união e a comunhão entre “brigados”. O que mata o gigante parado na porta da nossa casa é a atitude de promoção de relacionamentos. Encerre a atitude de maledicência. Pare de falar mal das pessoas, pare de fofocar contra pessoas de outras famílias, construa relacionamentos, restaure amizades perdidas, uma as pessoas que estão afastadas por discórdia. Isto mata o gigante parado à porta de sua casa.
            Alguém já disse que dinheiro não constrói relacionamentos, mas relacionamentos atraem dinheiro.


IV- ...QUE PROMOVEM A MENTIRA E ENGANO, COM UMA POSTURA DE ABENÇOADORES
3º Gigante vencido
            Outro gigante, que pretende roubar a saúde das pessoas, é aquele que também se coloca a pelejar contra nós no lugar onde está nossa provisão - Gobe. Muitas vezes nossa provisão está no emprego que trabalhamos, no lugar onde crescemos e vivemos, na igreja que estamos e, as vezes, na família que vivemos. Estes lugares são nossa “Gobe”, lugar onde temos nossa cisterna.
a) Golias é o nome deste gigante, deste ladrão de saúde. Seu nome quer dizer resplendor e também “aquele que advinha”. Entretanto este gigante representa um espírito de mentira, revelação e calúnia. Houve um que lutou contra David e foi morto por David. De novo um outro gigante, com o mesmo nome, se levanta.
=> Isto é uma figura muito interessante de um espírito imundo que promove “revelações” bombásticas, porque ele quer ser um resplendor.
=> Isto representa aquelas pessoas que se levantam contra você dentro de casa e te caluniam. Representa aquelas pessoas que querem tirar sua honra e roubar sua saúde mental e física, onde você trabalha, cresce e/ou vive. Frequentemente satanás está enviando Golias contra nós, com o único propósito de nos desafiar e nos assegurar que estamos sós e que ninguém pode nos ajudar. Este demônio influencia pessoas a dizer coisas que te desanimam. Quando você está em um projeto econômico, educacional, espiritual ou familiar e até sentimental, lá vem alguém para lhe dar palavra de desânimo. Sabe, aquelas pessoas que se aproximam e dizem: “você não vai conseguir, porque isto é meio difícil e até impossível...”. Coisas deste tipo, de pessoas que vêm e te trazem uma informação reveladora, que poderá levar você ao desânimo de realizar um projeto.

=> David, que quer dizer amado, venceu seu Golias porque não tinha baixa estima. David era um homem extremamente confiante, porque já havia sido treinado na escola chamado deserto. Neste texto, quem vence outro Golias é Nnxla Elchanan = El-hanã, que quer dizer: “Deus é gracioso”. Você não pode vencer calúnias, palavras de derrota e desânimo, revelações de desgraças, gente que se aproxima com falsa ajuda e quer te derrubar o ânimo, com uma briga humana, mas com uma ação misericordiosa de Deus. Não reclame porque as pessoas estão falando mal de você, inventando histórias contra você, proferindo maldição contra você. Siga o modelo e ensino de Jesus. Vejamos Lucas 6:
26 Ai de vós, quando todos os homens vos louvarem! porque assim faziam os seus pais aos falsos profetas.
27 Mas a vós que ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam,
28 bendizei aos que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam.

=> Acredite: todo mal que intentarem contra você, Deus transformará em benção. Quanto maior a macumba, o catimbó, a mandinga, o oboé feito, a armação das encruzilhadas contra você, o SENHOR transformará em grande benção e vitória. Deixe que falem mal e que dê ibope de você. Não se preocupe, o que derrota este tipo de ação demoníaca é uma pessoa que acredita que seu nome é El-hanã (pronuncia-se: “el-rhanã”). A idéia do nome é: “Deus está comigo, vai dar tudo certo”. Repita bem forte, sempre que vierem palavras de desânimo e derrota: Meu nome é EL-HANAN - Deus está comigo, vai dar tudo certo.


V- ...DE ORGULHO E SOBERBA. DEUS É QUEM TEM TODO PODER
4º Gigante vencido
            Outro gigante, que pretende roubar a saúde das pessoas, é aquele que tem 24 dedos: doze nas mãos e doze nos pés. Não tem nome esse gigante porque ele representa duas forças de engano e que fazem o homem cair. Orgulho pessoal é artimanha das trevas. A soberba, o orgulho, precedem a ruína.
=> 12 dedos nas mãos – 12 é número de governo e as mãos são membros superiores de nosso corpo.
=> 12 dedos dos pés – de novo 12 é número de governo e os pés são membros inferiores de nosso corpo.
            A representação disto é que muitas vezes nós acreditamos que tudo que nos ocorre de bom, tudo que realizamos de vitória, tudo que adquirimos de novo e tudo que se realiza só DEPENDE DE NÓS MESMOS. Muitas vezes acreditamos que Deus não faz, nem fez nada, tudo que acontece depende unicamente de nós. “Nós somos o cara!”. Não se engane, isto é satanismo puro!
            Os 12 dedos da mão representa o governo das potestades de cima, do ar, o demônio. Os 12 dedos dos pés representa o governo das potestades de baixo, da terra, o homem. Quando o homem acredita que tudo é dele, por ele e para ele, está sendo guiado pelo governo deste mundo, o governo satânico. Quando agimos assim, evitamos glorificar a Deus, falar em nome de Deus, reconhecer a pessoa de Deus e afastar toda e qualquer presença de Deus de nossa vida, porque acredita que Deus não faz nada se nós não fizermos.
            O que mata este demônio é o reconhecimento de que por Ele (YAHWEH) existimos e nos movemos. Tudo foi feito por Ele e para Ele e sem Ele não podemos existir. Efésios 1: 3 nos diz “Bendito seja Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos ABENÇOOU com toda sorte de bênçãos espirituais, nas regiões celestes”.
Vamos matar esse gigante de governo:
I Timóteo 1: 17 – Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus, seja honra e glória para todo o sempre. Amém.
Apocalipse 1: 5-6 – Àquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém
Efésios 3: 20, 21 – Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a esse seja glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém.
Atos 17: 24-29 – O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens; nem tampouco é servido por mãos humanas, como se necessitasse de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas; e de um só fez todas as raças dos homens, para habitarem sobre toda a face da terra, determinando-lhes os tempos já dantes ordenados e os limites da sua habitação; para que buscassem a Deus, se porventura, tateando, o pudessem achar, o qual, todavia, não está longe de cada um de nós; porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos...
ALELUIA!


CONCLUSÃO
            Eu me detenho nestes gigantes que foram vencidos por seus oponentes, que são uma analogia do que cada um de nós temos de ser.
1º) Temos que saber que espíritos imundos se levantam contra nós, com o único propósito de roubar nossa saúde física, mental, moral, financeira e espiritual.
2º) Cada gigante que se levanta contra nós tem sua característica, mas o principal deles é levantar estandartes contra nós e nos amedrontar, a fim de desistirmos da vida e dos nossos planos.
3º) Mata-se um gigante físico, na história antiga, com espadas e pedras. Mas aqueles gigantes são figuras de oposições, inimigos e demônios, que são vencidos por espada e pedras, figuras da Palavra de Deus e dos 5 ministérios de Cristo.
4º) Cada vencedor tem sua característica e seu inimigo próprio. Porém o mais importante da vitória, é que cada vencedor tem uma história de cura em sua vida. Cada um dos oponentes dos gigantes tem histórico de um passado curado e, por isto, enfrentam as oposições pois foram treinados pela vida a não se acovardar.
            Eu não sei qual é o seu problema atual, porém você precisa ser um vencedor de gigantes. Estes, vêm contra nós com espadas e lanças. Estas armas, não mão de gigantes são figura de palavras de maldição, calúnias e pragas lançadas contra você ou contra mim. Não importa! Nossa atitude de fé requer uma palavra de fé, baseada na ESPADA DO ESPÍRITO, que é a Palavra de Deus.
                 Te desafio a ler I Samuel 17: 45-47 e a fazer e declarar como disse David, o rei David, ao gigante Golias:
“Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. Hoje mesmo, o SENHOR te entregará nas minhas mãos; ferir-te-ei, tirar-te-ei a cabeça. .. e toda a terra saberá que há Deus em Israel. Saberá toda esta multidão que o SENHOR salva, não com espada, nem com lança; porque do SENHOR é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos”.

3 comentários:

Paula David disse...

Maravilhosa revelação! Já compartilhei e também me inspirou no que eu estava lendo neste texto de 2 Samuel 21. Deus te abençoe pastor!

Unknown disse...

Muito bom

Unknown disse...

GRAÇA E PAZ!

Amei o estudo. Mas fiquei com uma dúvida:

Algumas traduções trazem o nome de LAMI em vez de GOLIAS.

Noutra batalha contra os filisteus em Gobe, Elanã, filho de Jaaré-Oregim,[c] de Belém, matou Golias (Lami),[d] de Gate, que possuía uma lança cuja haste parecia uma lançadeira de tecelão. (2 SM 21.19).

Poderia trazer a um complemento no estudo para maior entendimento, caso o nome for LAMI.