JEFTÉ, TIPOLOGIA DO CRISTÃO AUTENTICO


Juízes 11: 1 – 12: 5


INTRODUÇÃO
          Encontramos neste texto bíblico uma linda analogia a vida cristã de hoje. Temos aqui a história de Jefté, cujo nome quer dizer: “O Senhor Abre” - ou simplesmente, “Ele Abre”. Através da vida de Jefté vamos destacar 7 características de um autêntico cristão. Isto porque Jefté é uma linda analogia a vida do cristão de hoje. O exemplo de vida deste juiz na era da implantação do povo de Deus na terra prometida nos ensinará coisas muito interessantes, que caracterizam um cristão de verdade.
          Jefté é o exemplo de vida que tinha tudo pra dar errado, mas deu certo, porque resolveu viver sua vida aliançado com Deus. Veremos nessa linda história que o segredo de tudo é de como procuramos agradar a Deus em nossa jornada.


1. NÃO SE PREOCUPA COM SEU PASSADO
          Versículo 1 nos mostra que Jefté era um homem valente e valoroso, porém era filho bastardo de Gileade e ainda por cima, filho de uma prostituta.
a)    Temos um primeiro problema na vida de Jefté. Como sua mãe era uma prostituta, eu imagino que com ele valia o uso de um palavrão que, com certeza, os que estão lendo sabem qual é. Até imagino se Jefté vivesse hoje e fosse juiz de futebol ou mesmo jogador. A ofensa feita a ele em um estádio faria verdadeiro sentido.
b)    Para completar o problema na história deste juiz, Gileade, seu pai, não havia tirado a mãe de Jefté da vida pecaminosa, ele havia pecado com ela, mesmo sendo casado. Pra completar e piorar a história, a esposa de Gileade teve vários filhos, que quando cresceram se deram conta de que o garoto que cresceu com eles, não era filho da mesma mãe e ainda por cima era filho de uma desclassificada.
c)    Jefté é a típica pessoa que tem um passado horroroso e tem tudo pra dar errado na vida. Porque além de ter em seu histórico coisas como as já citadas, é rejeitado, discriminado pelas pessoas. É uma situação horrível para alguém. Especialmente que Jefté não é culpado do pecado de seu pai e nem de sua mãe. Ele simplesmente, “caiu de paraquedas” nessa família e tem que conviver com isto.
d)    Ele simplesmente não leva em consideração estes dados de sua história, ele resolve mudar sua história sendo um homem valente e valoroso. Ele tinha tudo pra ser um homem covarde e mau caráter. Porém, de acordo com o que vemos no texto ele ignora seu passado e constrói seu futuro.
e)    Crentes como Jefté não choramingam seu “sofrimento”. Eles decidem não ser produto do meio que vive, ele simplesmente constrói seu futuro nas mãos de Deus e resolve ser um exemplo, um modelo de homem de Deus.


2. SEMPRE É LÍDER PORQUE INFLUENCIA POSITIVAMENTE
          Como foi expulso de sua casa, pelos irmãos, Jefté poderia ter assumido uma postura de oposição e se fechado em si mesmo. Porém não é isto que ele faz.
a)    Como ele já era um homem valente e valoroso era líder em meio a sua família. Quando expulso de casa, ele não perde a característica de líder. Como, pessoas de bem não quiseram se aproximar dele, porque o discriminavam, pessoas injustiçadas e desprezadas pela vida se aproximaram dele.
b)    Esta situação demonstra que Jefté é uma pessoa de influência. Você não pode pensar que liderança é simplesmente estar à frente de pessoas exercendo uma chefia ou gerência. Liderança é influência! As pessoas simplesmente queriam seguir Jefté. Ele não é uma pessoa de má influência, mas as pessoas com problemas agora querem se aproximar dele. Por que isto? Porque quando se é líder, as pessoas sempre vão querer estar no grupo que você estiver, não importando qual. Como servo de Cristo você foi chamado a exercer influência sobre as pessoas.
c)    As pessoas simplesmente vão querer imitar algumas coisas que você faz, porque a ação de Deus em sua vida faz que as coisas deem certo! Crentes como Jefté são referência de vitória. Isto tem um motivo. É o conteúdo do próximo ponto.


3. TUDO QUE FAZ TEM O ETERNO COMO PROPÓSITO
          Neste capítulo 11 de Juízes encontramos um dado significativo na vida de Jefté. Várias vezes ele se refere ao Eterno Deus. Um exame de alguns versículos poderemos perceber que as atitudes deste juiz sempre tem a pessoa de Deus envolvida. Toda liderança de Jefté se move baseada na relação dele com o Deus de Israel.
 Crentes como Jefté confiam unicamente no Senhor. Eles não confiam em sua própria força e não dependem de sorte. Para crentes como Jefté, eles oram a oração do Pai Nosso e procuram aplica-la a cada dia de sua vida. Todo o projeto de suas vidas está baseado no que Jesus disse em Mateus 6: 33 – Mas buscai primeiro o reio de Deus e a sua justiça...

=> É impressionante como algumas pessoas acreditam que tudo que lhe ocorre é por causa de sua própria capacidade. O comportamento que centraliza o homem e glorifica sua própria vontade é baseado numa fé satanista.

=> Sua vida deve ser baseada em Salmo 23, Salmo 91, Salmo 86 e Salmo 37: 4-7 e mais Salmo 112: 1, Salmo 128 e Filipenses 4: 13 – “Posso todas as coisas naquele que me fortalece”.


4. NÃO TOMA ATITUDES BASEADA NA VINGANÇA
          Quando Jefté foi procurado por aqueles que o expulsaram de sua casa e de seu convívio familiar lembrou-lhes a atitude que tomaram. Queria saber se estavam de fato convocando-o para a guerra ou se apenas estavam zombando dele. Tendo identificado que era verdadeira a convocação e o pedido para chefiar o povo, não se vingou. Poderia ter feito com eles o que lhe fizeram. Mas entendeu ser uma oportunidade de Deus para ele e ao mesmo tempo não guardava mágoas em seu coração.
=> Essa característica faz parte dos verdadeiros crentes: eles são perdoadores. Ele sabe que a vingança pertence ao Senhor e não se preocupa com as humilhações que lhe fazem sofrer. Na hora certa o Senhor o honrará, porque acredita na Palavra de Deus: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.
=> É preciso uma dose de fé para acreditar que perdoar libera para nós a ação de Deus. É impressionante como as pessoas amaldiçoam umas as outras e dizem ser cristãs. Crentes como Jefté não agem assim.


5. É PESSOA DE UMA SÓ PALAVRA
          Vemos neste capítulo 11 o voto de Jefté. Ele resolve fazer um propósito com Deus. Caso ele vença seus inimigos, ele se propõe a oferecer a Deus a primeira coisa que sair de sua casa, quando ele voltar a ela. O texto nos mostra que sua filha única é quem sai ao seu encontro após sua vitória. Talvez, quando ele fez o voto, imaginou que poderia lhe sair ao encontro um cão, um bezerro, qualquer animal de seu rebanho. Para sua surpresa, sua filha é quem sai a seu encontro. Aí aprendemos algumas coisas.
a)    Se fizer um voto ele paga, ainda que isto lhe seja um dano. Salmo 24: 3-4; Eclesiastes 5: 1-5. Há muita gente que não vive de acordo com o que a Bíblia diz que deve viver. Falam uma coisa e fazem outra. São pessoas que não vivem de acordo com o que está escrito na Palavra.
b)    Aqueles que o conhecem sabem que ele é de uma só palavra e o imitam. A filha de Jefté declara que ele deve cumprir nela seu voto. Ela reconhece que seu pai é homem de palavra. As pessoas reconhecem um cristão de verdade, porque sabem que ele faz o que fala e vive o que fala.
c)    Jefté honra a Deus com suas palavras e cumpre o que a Deus promete. Não podemos ser crentes que vivem de voto em voto não cumprido.


6. APRENDE A VIVER COM OS TRAIDORES
          O capítulo 12 de Juízes nos apresenta uma situação contrária, muito comum hoje em dia. Jefté vence os inimigos de Israel, Deus o honra por seu voto e obediência a Palavra. Porém gente do próprio povo de Deus se levanta contra ele por puro ciúmes. Os Efraimitas reclamam porque Jefté não os chamou para a guerra. Eles se sentem ofendidos por achar que Jefté os desprezou. Ele sequer podia chama-los porque estavam em uma terra muito distante para se reunirem com ele e os soldados que arregimentou. Eles não avaliam isto. Somente se sentem ofendidos. São irmãos dele, mas se levantam para guerrear contra ele por causa disto.
*** Sempre que você obtém vitória, pela graça de Deus, pessoas de seu circulo de amizades manifestarão inveja e ciúmes. É impressionante como isto acontece! Parentes e amigos não vão manifestar alegria por sua vitória.
*** Aprenda a conviver com isto. Se você não se preparar para estas coisas, sempre vai achar que Deus está envolvido nisto e vai reclamar de Deus permitir essas coisas. Tais coisas fazem parte da vida. O joio sempre é semeado com o trigo. Há muito joio perto de nós. Satanás nunca fica contente com nossa vitória. Como ele não pode agir diretamente contra nós, providencia gente que vive perto de nós.
*** Sempre que obtiver vitória, fique tranquilo, é normal ouvir o que não deve e receber algumas peitas. Alguns Judas vão tentar roubar sua benção. Você é mais que vencedor e isto vai cair por terra, em nome de Jesus!


7. TEM UMA LINGUAGEM DE FÉ
          O capítulo 12: 4-6 é uma situação interessante, engraçada e ensinadora. Por causa da peleja dos efraimitas com os gileaditas uma senha foi criada para impedir o acesso dos primeiros à terra dos de Gileade. A senha compreendia em os efraimitas pronunciarem corretamente determinada palavra: SHIBOLETE. Um americano não consegue falar “carioca”. Ele pronuncia “kéurioca”. Um brasileiro não consegue falar Jorge em espanhol. É difícil! Tem de pronunciar “ror-re” e isto não tem comparação às pronuncias em português. Esta história nos ensina algo interessante.

     a) Efraimitas morreram porque não falavam igual os de Gileade. A linguagem dos gileaditas era diferente! Isto demonstra porque uns morrem e outros vivem: linguagem!

     b) A característica do cristão autêntico é que ele tem uma linguagem comum aos de sua espécie: Linguagem da Fé! Quando os problemas vêm ele vê oportunidade. Quando inimigos são mais numerosos que ele, ele se refugia no Senhor. Quando a calamidade lhe acomete ele não se põe a murmurar contra Deus, porque procura descobrir o propósito e o ensino de Deus naquela situação.

     c) Crentes como Jefté não falam “sibolete", isto é, linguagem de derrotado. Eles falam “shibolete”, que é a linguagem dos vencedores. Você já viu um americano tentar falar português? Existem sons em nossa língua, que só um nascido aqui ou que treinou muito pode expressar. Um carioca diz: "eu sou brasileiro, sou carioca" com o jeito malandro e descontraído de falar. Agora, um americano, ou qualquer pessoa que fala inglês, tentando falar isto logo denuncia sua origem. Esse, falaria assim: "eu sol brrrrésileiro, sol quéurrioca". Engraçado, não? - Pois bem, quem nasceu de novo usa a linguagem da fé, de transformado pelo poder de Deus... isto é logo identificável, depois de uma boa conversa. Desenvolva o hábito de usar as palavras corretas, de acordo com a Palavra de Deus. Quem tem um Deus tão grande não pode aceitar qualquer coisa, porque sabe que o Eterno sempre tem o melhor pra cada um de nós.


CONCLUSÃO
                        E aí, como vai ser com você? Se lhe falta uma das características aqui apontada, fica o desafio de buscar ser assim. Se você quiser obter vitória em toda sua vida, daqui para frete, precisa se acostumar a olhar sempre adiante. Não viva as dores do passado. Perdoe e nunca se vingue! Confie no Eterno e haja a altura dessa fé. Mantenha sempre sua palavra firmada nEle. Não mude de lado, quando as coisas não vão bem. Isto é, não abandone o caminho do Senhor e não se levante contra Deus. Mantenha uma atitude e uma palavra de fé. A vitória está chegando! Deixe que tenham ciúmes e inveja de você, isso só te torna mais que vencedor! Amém!

Um comentário:

Anônimo disse...

PAZ EM CRISTO MARAVILHA PRA MIM FOI UMA AMPLA AULA DE ENTENDIMENTO E SABEDORIA VALEU SOU GRATO A DEUS POR SUA VIDA AMDO ESCRITOR QUE COM SABEDORIA NOS ENSINOU MELHOR A VENCER OS INVEJOSOS, SOBERBOS,JAQUITANCIOSOS, EXALTADOS MINISTERIAIS QUE SÃO MUITOS É O JOIO NO MEIO DOTRIGO SIM LOBOS ENTRE AS OVELHAS MAS NOSSO JESUS OS CONHECEM E NA HORA CERTA VAI TIRALOS EM NOME DE JESUS FORTE ABRAÇO AMADO E AVANTE E CONSTANTE SEMPRE.